Como se preparar para as férias

Olá pessoal

Falta pouco para 2013 acabar e muitas pessoas já programam (ou programaram) as férias tão merecidas.

É um momento para relaxar, porém, o que acontece com certa frequência é que muitos param de estudar em Dezembro e retornam em Fevereiro, ou até mesmo aguardam o Carnaval para retomar os estudos. O que era para ser uma pausa para recarregar as baterias, acaba sendo um intervalo improdutivo que pode até mesmo fazer com que o aluno retroceda nos estudos, por não ter praticado o idioma por dois meses, esquecendo de muito conteúdo.

Como se preparar para as férias, sem comprometer o descanso e ao mesmo tempo praticando Inglês para não cair no esquecimento? Aqui vão algumas dicas:

1) Separe algumas horas por dia para praticar – pode ser lendo um livro, revista, notícias na internet, vídeos, filmes sem legenda. Escolha assuntos de seu interesse, que geralmente você leria ou assistiria em Português e escolha pela versão em Inglês.

2) Se fizer uma viagem internacional, aproveite para exercitar a fala – não tenha vergonha de se expor (afinal, você é turista e totalmente compreensível que não fale 100% a língua do país onde está). Faça amizade com pessoas de outros países e mantenha contato com elas quando retornar da viagem.

3) Peça lição de casa ao seu professor – muitas escolas não dão aula em Janeiro, mas muitos alunos trabalham normalmente neste mês, parando apenas nas últimas semanas de Dezembro. Se este é o seu caso, peça ao seu professor tarefas extras para estudar em Janeiro – programe-se para fazer as lições no mesmo horário em que normalmente você estaria nas aulas de Inglês.

4) Faça sua matrícula ainda em 2013. Não deixe para procurar uma escola ou um professor em Janeiro ou Fevereiro. O quanto antes começar, melhor será seu aproveitamento.

Férias são necessárias para descansar, porém, não podem tirar o foco de seus objetivos maiores na vida. Se quer aprender um idioma, tem que se dedicar e há formas de fazer isso sem sacrificar sua qualidade de vida.

Espero que tenha ajudado e boas férias!!!

Karen

Anúncios

Dicas de viagem

Já escrevi sobre como cursos no exterior podem ajudar a deslanchar no aprendizado de idiomas.

Hoje vou dar algumas dicas sobre os procedimentos para viajar:

 

  1. Verifique se o país precisa de visto e de uma confirmação de que você pode se sustentar no período em que estiver no estudando;
  2. Escolha uma escola com base na carga horária, reputação, metodologia e claro, que caiba em seu orçamento;
  3. Verifique a contratação de seguro de viagem internacional, que vai lhe socorrer caso você fique doente ou sofra algum acidente.

 

Hoje existem muitas empresas de intercâmbio que oferecem cursos que vão além do tradicional. Por exemplo: um curso de inglês combinado com aulas de teatro em Nova York.

 

Muitos procuram pelos Estados Unidos e outros locais onde haja praia, público jovem e lazer. Porém, não deixe de focar no seu objetivo maior: aprender Inglês. Caso contrário, sua viagem será apenas turística e seu aprendizado não desenvolverá como você queria.

 

See you soon,

Karen

Meu diário de bordo – aula 2

Olá pessoal

Continuando minha saga no aprendizado de Espanhol… Seguem as experiências dos últimos dias.

Durante o feriado de 15/11, fiz todas as lições que a professora indicou e procurei formas de ler sempre algo novo em Espanhol.

Encontrei sites de notícias e revistas online e uma forma prática para treinar a leitura foi curtindo as páginas destes sites no Facebook. Assim, todos os dias que eu entrar, verei pelo menos 1 texto em Espanhol para me atualizar.

Lição 1: encontre formas práticas no seu dia-a-dia para praticar o idioma. Será rápido e indolor.

 

A segunda aula foi excelente!! Saí de lá com muita lição de casa e um desafio: entrarei em férias e faltarei a 3 aulas. Neste período, a professora vai me passar lição de casa extra para compensar as aulas que perderei.

Além disso, durante as férias visitarei o Uruguai e a Argentina. Então, vou aproveitar a oportunidade ao máximo para ter contato com o idioma e comprar materiais para estudar no retorno ao Brasil.

Lição 2: férias são boas para descanso, porém, também são oportunidades para se dedicar aos idiomas, já que você não sabe como será o resto do ano…

 

Ao longo de minhas férias, publicarei sobre como estão meus estudos.

Boa semana e até mais!!

Karen

Depoimento

Olá pessoal!
Esta semana, vamos a mais um depoimento de uma colega que morou no exterior.
“Meu nome é Deborah, sou psicóloga e morei no Canadá por dois anos na cidade de Toronto.
Toronto é uma cidade na qual você encontra todas as culturas. A minha intenção em ir para fora era aprimorar o idioma e ter uma vivência em outro país. Escolhi o Canadá por ser um país que recepciona bem os imigrantes e também devido ao custo ( mais barato que países como a Inglaterra, por ex).
Fechei um curso de inglês quando saí do Brasil, mas não aconselho para quem deseja ir para aprimorar o inglês, pois você acaba aprendendo o mesmo dos cursos de inglês do Brasil. Se você já tem uma boa base de inglês procure um curso específico na sua área de atuação.
Eu fiz quatro cursos na área de RH na George Brown College. Os cursos tem duração de dois a três meses cada. Vale muito a pena!
Se vocês forem para o Canadá, não deixem de conhecer a CN tower, Nigara Falls, Montreal e Quebec! Se tiverem a oportunidade nao deixem de ir ao Grand Prix Canada em Montreal.
Se eu puder ajudar, segue meu e-mail para quem tiver dúvidas ou quiser sugestões: debiepsi@yahoo.com.br
Cheers!

Deborah”

Depoimentos

Olá pessoal

A partir deste mês, vou postar depoimentos de pessoas que foram ao exterior estudar Inglês e a perspectiva de cada um. Assim, você pode conhecer a estrutura dos cursos e dos países e verificar qual é a melhor opção para você.

O primeiro depoimento é do Fabricio, que fez um curso rápido nos Estados Unidos.

Se você quiser dar o seu depoimento, mande um texto e uma foto para: english.msn@hotmail.com.

Espero que gostem!

See you soon,

Karen

 

“Amigos, escrevi um pouquinho da minha viagem e o que recomendo em Nova York.

 

Fiquei 20 dias em NY, foi show depois de alguns dias, rs, porque no início…

 

Ida: vôo cancelado – tensão total! Voei no dia seguinte: turbulências e umas garrafinhas de vinho pra relaxar um pouco… Chegando ao aeroporto em NY tudo ok, até que… Saí do aeroporto: que frioooooo! Queria voltar na mesma hora…rsrs

 

Depois tudo foi mais legal, fiz um curso na Kaplan, na unidade do Empire State Building simplesmente demais!! A vista de lá é incrível, da sala de aula dá pra ver toda a ilha de Manhattan . A Kaplan é uma ótima escola, oferece uma excelente estrutura em todas as unidades, é bem moderna mesmo. A minha professora era muito boa, e o modelo de curso é convencional, grammar, listening e etc… O meu curso foi curto, apenas vinte dias e 1/2 período. Foi pouco tempo para “avançar” de nível, porém, recomendo muito!!

 

Starbuks “companheiro” de todos os dias! O café aquecia bastante, a galera da escola batia papo e cheio de gente bonita… Show de bola, eu recomendo qualquer hora do dia!

 

Também recomendo um musical, que aqui entre nós é demorado (quase três horas…  tem que gostar viu….rs. Bom, vi Chicago e curti)

 

Os museus também são paradas obrigatórias, mas não deixem de passear no Central Park – de manhã é lindo lá.

 

Compras, eu recomendo, Lojas: Apple (mesmo que não compre nada) a loja é toda de vidro, espetacular, a Gap, foi onde mais gastei rs,  e a tradicional Macy´s, os preços não são baixos como de outlet mas as opções compensam e muuuuito.

 

Para mim… O melhor de tudo em NY foi conhecer gente do mundo todo. Teve um dia, que fui a um Pub – no balcão tinham: Francesa, Suíço, Coreanos, Brasileiros, e uma Italiana… um charme….

 

Ah, a foto… restaurante Brazil, Brazil, passei uma tarde inteira lá, é caro mas ninguém se arrepende mesmoooo… E também vá ao Planet Hollywood na Times Square..uma delícia….  :)”