Meu diário de bordo – aula 2

Olá pessoal

Continuando minha saga no aprendizado de Espanhol… Seguem as experiências dos últimos dias.

Durante o feriado de 15/11, fiz todas as lições que a professora indicou e procurei formas de ler sempre algo novo em Espanhol.

Encontrei sites de notícias e revistas online e uma forma prática para treinar a leitura foi curtindo as páginas destes sites no Facebook. Assim, todos os dias que eu entrar, verei pelo menos 1 texto em Espanhol para me atualizar.

Lição 1: encontre formas práticas no seu dia-a-dia para praticar o idioma. Será rápido e indolor.

 

A segunda aula foi excelente!! Saí de lá com muita lição de casa e um desafio: entrarei em férias e faltarei a 3 aulas. Neste período, a professora vai me passar lição de casa extra para compensar as aulas que perderei.

Além disso, durante as férias visitarei o Uruguai e a Argentina. Então, vou aproveitar a oportunidade ao máximo para ter contato com o idioma e comprar materiais para estudar no retorno ao Brasil.

Lição 2: férias são boas para descanso, porém, também são oportunidades para se dedicar aos idiomas, já que você não sabe como será o resto do ano…

 

Ao longo de minhas férias, publicarei sobre como estão meus estudos.

Boa semana e até mais!!

Karen

Anúncios

Meu diário de bordo

Olá pessoal

Semana passada eu iniciei aulas in company para aprender Espanhol. É um idioma totalmente novo para mim – nunca fiz aulas de Espanhol.

Então, resolvi aproveitar esta experiência e contar para vocês minhas dificuldades: como estou estudando, quais são os desafios no aprendizado e como está meu desenvolvimento. Meu objetivo é dar exemplos práticos sobre o aprendizado de idiomas para ajudá-los ainda mais.

 

Vamos ao primeiro relato…

 

As aulas serão na empresa em que trabalho. Há cerca de 1 mês, fechamos um grupo de 6 pessoas que nunca estudaram Espanhol e contratamos um professora, indicada por um colega. Logo que fechamos o grupo, a professora indicou os livros e marcamos a data para iniciar a aula, que será toda sexta-feira, das 7h30 às 9h da manhã.

Lição número 1:  unir-se a pessoas com mesmos interesses e histórico que você te ajudará a encontrar um curso em que você vai se adaptar mais facilmente.

Lição número 2: se você quer atingir seu objetivo, esforços extras serão necessários: para chegar às 7h30 da manhã na empresa, em São Paulo, em uma sexta-feira, preciso acordar 30 min mais cedo (ou seja: às 04h50 da manhã).

 

Logo após fecharmos as aulas, pesquisei os valores dos livros em diversos sites e livrarias – comprei um livro em Sebo e outro, pela internet pois não encontrei no Sebo, além de comprar um dicionário. Com esta pesquisa, economizei cerca de R$ 100,00.

Lição número 3: pesquise antes de comprar seus materiais – livros em sebos podem estar em bom estado e vão te ajudar da mesma forma – a própria professora indicou comprar em sebo… Utilize os benefícios da internet – até sebos entregam em casa e mais rápido do que grandes livrarias.

 

O primeiro dia de aula, além de possuir um conteúdo básico do alfabeto em Espanhol, foi o momento em que a professora fez alguns acordos logísticos com a turma e deu suas principais recomendações:

a) As quatro primeiras aulas são fundamentais ao andamento de todo o curso. Por isso, sugere que não falte a nenhuma delas.

b) Se você precisar faltar, estude em dobro em casa para não ficar atrasado em relação à turma.

c) Lição de casa é fundamental e ela vai passar sempre, em grande quantidade.

d) Procure formas de estudar além da lição de casa, principalmente se você não tem contato diário com o idioma.

e) Procure formas que você gosta para estudar, não torne os estudos em um castigo. Escolha filmes, revistas, livros, música – o que você gostar mais para facilitar o seu aprendizado.

Lição número 4: as dicas do blog estão totalmente alinhadas com as dicas da professora: esforço extra é fundamental para aprender qualquer idioma.

 

A próxima aula será após o feriado. Nas próximas semanas, conto como estudei neste tempo e como foi a segunda aula.

 

Até lá!!!

Karen