Todo dia é um bom dia para começar

Olá pessoal

Hoje gostaria de falar sobre um mito que existe nas escolas de idiomas e na boca do povo, em geral.

Algumas pessoas decidem começar a estudar ou fazer qualquer outra coisa em uma segunda-feira, no início de um mês ou no início de um semestre ou no início de um ano.

Quando se trata de idiomas, alguns justificam que as escolas somente abrem turmas novas em determinados períodos.

Tudo isso não passa de um mito – quem quer aprender mesmo pode começar em qualquer dia ou mês.

Se não encontrar uma turma para entrar, procure um professor particular, procure outra escola ou estude por conta.

O tempo perdido esperando uma oportunidade para se organizar e começar a fazer algo vai fazer toda a diferença no resultado final. Enquanto você espera pela segunda-feira para começar, outras pessoas já começaram e podem ocupar seu lugar em uma vaga de emprego, em uma oportunidade de bolsa, de estágio, etc.

Por isso, não espere até segunda, ou até o próximo mês, semestre ou ano – mexa-se e inicie seus estudos agora!!

Bons estudos!

Karen

Este ano, eu vou aprender Inglês…

Feliz ano novo!!

Sei que “aprender Inglês” está nas metas de muitas pessoas no início do ano.

Para que esta meta não vire uma promessa inacabada no fim de 2015, sugiro mais uma técnica: estabelecer uma meta fácil, uma média e uma difícil para você começar a estudar.

Exemplos:

  • Meta fácil: fazer todas as lições de casa de Inglês que o professor me passar
  • Meta média: estudar 30 minutos todos os dias, além das lições de casa
  • Meta difícil: estudar de 1 a 2h todos os dias, além das lições de casa

Ao estabelecer as metas, seja sincero com você mesmo e faça algo que esteja dentro da sua realidade, mas que ao mesmo tempo seja desafiador.

Se você realmente quer aprender, não vai deixar que este objetivo vire uma promessa de ano novo.

Bons estudos!

Karen

Ansiedade controlada

Olá pessoal

Já escrevi anteriormente sobre o tempo que se demora para aprender Inglês e como algumas pessoas tem uma ansiedade enorme para alcançar seus objetivos.

Uma forma de controlar toda essa ansiedade é fixando datas para cumprir seus objetivos. Escreva em um papel suas datas limites para aprender Inglês e coloque em um lugar que você veja todos os dias, para não sair de seu foco.

Aqui vão alguns exemplos:

  • Matricular-me em um curso de Inglês: 05/01/15
  • Começar as aulas: 12/01/15
  • Alcançar o nível básico: 12/01/16

Lembre-se: estas datas devem ser alcançáveis – não coloque uma data muito agressiva que você não consiga cumprir, como: sair do básico e chegar ao nível avançado em 3 meses. Isto não vai te ajudar – vai te frustrar ainda mais.

Por outro lado, seja desafiador consigo mesmo: coloque uma data que você tenha vontade de conquistar seu objetivo e se dedique para isso.

Agora, mãos à obra!!

Bons estudos,

Karen

Viva! Estou no nível avançado!

Olá pessoal

Muitas pessoas comemoram quando chegam no nível avançado de Inglês e automaticamente pensam que agora podem relaxar.

Não é bem assim que funciona!

Mesmo após você concluir um curso ou livro, não deixe de praticar! Mesmo que não tenha contato em seu dia-a-dia, as mesmas ferramentas que você usou durante os estudos devem permanecer em sua rotina.

Inglês cai no esquecimento, sim! Tenha em mente que é preciso estudar e praticar sempre, independente de seu nível no idioma.

Bos estudos!

Karen

Bullying na aula de Inglês

Olá pessoal

Hoje gostaria de conscientizá-los sobre uma prática que pode ocorrer nas aulas de Inglês: o bullying.

O bullying na aula de Inglês ocorre toda vez que um colega (ou o próprio professor, o que é uma situação lamentável), tira sarro, faz piadas ou brincadeiras quando outro aluno comete um erro ou tem dificuldade ao falar, ler ou escrever em Inglês.

Esta atitude cria um clima péssimo na aula, atrapalha a dinâmica e inibe as pessoas a praticarem o idioma. Pode parecer uma brincadeira simples, porém, ela é desrespeitosa e não agrega em nada. Apenas prejudica.

Observe sua postura durante a aula, respeite seus colegas e lembre-se de que todos estão juntos por um objetivo comum – aprender Inglês e que a melhor forma de alcançar esta meta é cooperando e não criticando.

Bons estudos!

Karen

Você tem ânimo para estudar Inglês?

Olá pessoal

Já escrevi anteriormente sobre motivação para estudar Inglês, porém, o trecho abaixo do livro “Pensar bem nos faz bem!”, de Mario Sergio Cortella, traduz muito do que falo sobre isso:

“A principal fonte da animação é enxergar sentido em tudo que se faz. Ninguém tem ânimo para ler um livro, para estudar um material, para aprender algo, para trabalhar em alguma atividade se não compreender o sentido daquilo que se está fazendo. A fonte prioritária da animação é a compreensão do sentido.”

Portanto, questione-se: por que preciso aprender Inglês? Qual é meu objetivo? Por que isso é importante para mim?

Quando descobrir o sentido pelo qual precisa aprender Inglês, o ânimo virá automaticamente.

Bons estudos!

Karen

Seu compromisso com o Inglês

Olá pessoal

Estudar Inglês, ou qualquer outro idioma, além de ser uma atividade, é um compromisso que deve ser estabelecido com você mesmo.

Durante seu dia, muitos imprevistos aparecerão e podem lhe impedir de estudar – problemas no trabalho, trânsito, falta de dinheiro, falta de tempo…

Porém, ao estabelecer um compromisso em aprender Inglês, todos os imprevistos possuem soluções que podem ser aplicadas para que não se perca o objetivo de estudar.

Exemplos:

– ocorreu um problema no trabalho e vou faltar na aula de hoje.

Solução: marque uma reposição ou faça uma lição de casa extra para compensar.

 

– perdi o emprego e não tenho dinheiro para continuar as aulas.

Solução: existem diversos sites com lições gratuitas e é possível praticar online, de graça. Vide os links aqui ao lado esquerdo do blog.

 

– trabalho muito e não tenho tempo de estudar.

Solução: aproveite pequenos momentos para praticar: escute músicas ou podcasts no trânsito; leia 30 minutos de notícias ou livros por dia; assista um filme por fim de semana em Inglês, sem legendas.

 

Basta usar criatividade, flexibilidade e manter-se comprometido consigo mesmo para aprender idiomas.

Bons estudos!!

Karen